11/08/2015

Governadores de Brasília e de Goiás discutem manejo de resíduos sólidos

Durante encontro, ficou decidido que Rodrigo Rollemberg continuará como presidente do consórcio público sobre o tema até o fim de 2016

Foto: Pedro Paulo.

Membros do Consórcio Público de Manejo de Resíduos Sólidos e das Águas Pluviais da Região Integrada do Distrito Federal e de Goiás reuniram-se em assembleia no Palácio do Buriti nesta terça-feira (11). Durante o encontro, ficou decidido que o governador Rodrigo Rollemberg continuará como presidente do grupo até o fim do ano que vem, quando o chefe do Executivo goiano, Marconi Perillo, assumirá o cargo.

"O Distrito Federal, Goiás e os municípios vão atuar de forma integrada para que tenhamos uma política em comum de resíduos sólidos", afirmou Rollemberg.

Segundo Marconi Perillo, o consórcio, criado em 2013, tem o objetivo de garantir que as localidades envolvidas atendam ao exigido pela Política Nacional de Resíduos Sólidos. "Já temos um aterro em Planaltina de Goiás, outro em Águas Lindas e agora definiremos um terceiro para o entorno sul de Brasília."

Também participaram da reunião de hoje os secretários de Infraestrutura e Serviços Públicos, Julio Cesar Peres, e do Meio Ambiente, André Lima, o chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio, e a diretora do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), Kátia Campos, além de prefeitos de 14 municípios.

Conferência regional
Parte do consórcio, a 1ª Conferência Regional de Manejo dos Resíduos Sólidos e das Águas Pluviais ocorrerá em 22 e 23 de outubro. Desde 24 de julho, estão sendo feitas conferências locais que subsidiarão o evento. Houve oito delas — Cristalina, Formosa, Luziânia, Mimoso de Goiás, Novo Gama, Padre Bernardo, Planaltina de Goiás e Santo Antônio do Descoberto — e estão previstas pelo menos mais dez.

Esses encontros prévios definem ainda delegados para a etapa regional. Depois disso, será composto o conselho do consórcio, que garantirá a participação popular na tomada de decisões. Exemplos de temas debatidos em nível local são limpeza urbana e coleta; resíduos especiais, como agrotóxicos, lixos hospitalares e industriais; e saneamento básico.

Composição
O Consórcio Público de Manejo de Resíduos Sólidos e das Águas Pluviais da Região Integrada do DF e de Goiás é composto, além de Brasília, pelas seguintes cidades: Abadiânia, Água Fria de Goiás, Águas Lindas de Goiás, Alexânia, Cabeceiras, Cocalzinho de Goiás, Corumbá de Goiás, Cristalina, Formosa, Luziânia, Padre Bernardo, Pirenópolis, Planaltina, Santo Antônio do Descoberto, Valparaíso de Goiás, Vila Boa e Vila Propício.

Foi formalmente homologada hoje a participação de mais três municípios: Cidade Ocidental, Novo Gama e Mimoso de Goiás.


Fonte: Redação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MAIS NOTÍCIAS