27/06/2016

8º Fórum Mundial da Água é lançado no Itamaraty

Solenidade na noite deste domingo (26) com o governador de Brasília oficializou a estreia mundial da cidade como sede do encontro global sobre recursos hídricos. Será a primeira vez que o evento ocorre no Hemisfério Sul

Foto: Tony Winston.
Autoridades do Brasil e de diferentes países participaram, na noite deste domingo (26), do lançamento oficial do 8º Fórum Mundial da Água, em solenidade no Palácio do Itamaraty. O evento ocorrerá em Brasília de 18 a 23 de março de 2018 e será a primeira edição sediada em uma cidade do Hemisfério Sul. Compuseram o dispositivo da solenidade o presidente do Conselho Mundial da Água, Benedito Braga, o governador Rodrigo Rollemberg, a presidente da Câmara Legislativa, Celina Leão, e o assessor especial do Palácio do Planalto Tadeu Filipelli, representando o presidente da República em exercício Michel Temer.

O tema da edição brasileira é Compartilhando Água e as atividades do evento seguirão os preceitos definidos pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, conjunto de metas internacionais que devem ser atendidas até 2030. Em 2018, são esperados em Brasília 30 mil representantes de mais de cem países para discutir temas relacionados aos recursos hídricos e promover maior conscientização.

“Criar um mundo melhor por meio da água é responsabilidade de todos nós. Faremos o melhor fórum. Vamos debater a água em todos os níveis para definir a estrutura do evento que ocorrerá em 2018”, disse o presidente do Conselho Mundial da Água, Benedito Braga. Ele reforçou ainda que o evento é um processo em que diferentes aspectos – políticos, técnicos, sociais, econômicos e ambientais – são considerados.

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, aproveitou a ocasião para dar as boas vindas aos representantes de outros países que participaram do lançamento. “A partir de hoje somos a capital mundial da água e temos a responsabilidade de colocá-la na agenda global como tema fundamental para o desenvolvimento de todas as nações”, avaliou. O chefe do Executivo local, que estava acompanhado da esposa Márcia Rollemberg, acrescentou ainda que a cidade tem uma característica nata de sustentabilidade. “Estamos localizados no centro do cerrado brasileiro, um bioma essencial para o planeta”, completou.

Rollemberg destacou ainda a importância do tema da edição que Brasília sediará: “Temos o desafio de garantir justiça social no que se refere ao recurso. Queremos efetivamente mudar os paradigmas da sociedade em relação ao uso da água”.

Para o diretor-presidente da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal, Paulo Salles, o primeiro passo, com o lançamento oficial, é a preparação para o fórum. “Agora as comissões técnicas estão livres para trabalhar em torno dos eixos do fórum”, explica. Eles são quatro: temático, político, local e sustentável.

Entre outras autoridades, estavam presentes: os secretários de Educação, Júlio Gregório Filho, de Gestão do Território e Habitação, Thiago de Andrade, de Mobilidade, Marcos Dantas, e de Meio Ambiente, André Lima; os secretários-adjunto de Relações Institucionais da Casa Civil, Igor Tokarski, e de Turismo da pasta do Esporte, Turismo e Lazer, Jaime Recena; o diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF, Gilson Paranhos; o comandante-geral da Polícia Militar do DF, coronel Marcos Antônio Nunes de Oliveira; o reitor da Universidade de Brasília, Ivan Camargo; e o presidente daFederação das Indústrias do DF, Jamal Bittar.
Kick-off Meeting do 8º Fórum Mundial da Água

O calendário oficial do fórum será aberto nesta segunda feira (27), com o Kick-off Meeting. Durante dois dias, cerca de 500 participantes — entre pesquisadores, técnicos, políticos e outros interessados no tema — discutirão propostas que culminarão em uma programação prévia para o evento internacional de 2018. O encontro ainda poderá se estender até quarta-feira (29), com atividade opcional de tour pela cidade, para os que puderem prolongar a estadia.

O evento é fechado para inscritos e será realizado no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Após os debates, membros da comissão organizadora do fórum continuam em Brasília para visitas técnicas.

Os participantes farão parte de grupos divididos em: temático, que debaterá assuntos abordados no fórum; político, que reunirá governantes e parlamentares na discussão de estratégias que envolvam a água; regional, que dissertará sobre as perspectivas locais em várias partes do mundo; e sustentável, que abordará o uso consciente dos recursos hídricos. Outro objetivo das reuniões é compartilhar os resultados da última edição, a de Daegu, na Coreia do Sul, em abril de 2015.
Edições do Fórum Mundial da Água

Criado em 1996 pelo Conselho Mundial da Água, o encontro foi idealizado para estabelecer compromissos políticos sobre recursos hídricos. Brasília foi escolhida como sede do 8º Fórum Mundial da Água em 26 de fevereiro de 2014, durante reunião de governadores do Conselho Mundial da Água, em reunião na Coreia do Sul.

O encontro já passou por Daegu, na Coreia do Sul (2015); Marselha, na França (2012); Istambul, na Turquia (2009); Cidade do México, no México (2006); Kyoto, no Japão (2003); Haia, na Holanda (2000); e Marrakesh, no Marrocos (1997).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MAIS NOTÍCIAS