19/08/2016

LUZIÂNIA: O mais jovem e o mais rico entre os que pediram registro de candidatura junto ao TRE

O atual prefeito de Luziânia, bem mais jovem que os dois outros postulantes ao cargo, Marcelo Melo e Agostinho do Psol, é o que declarou a justiça eleitoral o maior valor de bens pessoais. Cristóvão Tormin, que não tem profissão fora da política, declarou ter R$936.842,45 em bens, enquanto que Marcelo melo R$446.603,63 e o candidato do Psol, R$239.800,00

Entre os bens declarados por Cristóvão Tormin está a fazenda Tombador, que foi comprada da família de um tio que tem contrato com a prefeito e que está avaliada em torno de R$ 800.000. Na declaração de bens de Tormin a fazenda vale apenas R$ R$196.420,00.

Outro fato intrigante em relação a este tema é que o atual prefeito dobrou seu patrimônio em apenas 4 anos. Em 2012, quando se candidatou a prefeito de Luziânia e saiu vitorioso, ele declarou à justiça eleitoral R$ 477.469,47, uma evolução patrimonial de 100%. O que para alguns não é grande coisa, uma vez que o seu salário como prefeito é o maior do Brasil proporcionalmente ao número de habitantes da cidade. 

Atualmente, Tormin recebe de salário R$ 26 mil por mês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MAIS NOTÍCIAS