15/09/2016

Procuradores assassinados em MT são velados no Campo da Esperança

Pai e filho foram mortos por um funcionário da família, em Vila Rica (MT). Governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, prestou solidariedade
Os corpos do procurador aposentado do Distrito Federal Saint’Clair Martins Souto, de 78 anos, e do procurador do Rio de Janeiro Saint’Clair Diniz Souto, de 38 anos, foram velados na tarde desta quinta-feira (15) na Capela 10 do Cemitério Campo da Esperança. Um funcionário da família é o assassino confesso de pai e filho, na fazenda deles, em Vila Rica (MT), a cerca de 1,3 mil quilômetros da capital Cuiabá.

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, esteve no cemitério por volta das 15 horas. Cumprimentou amigos, familiares e sócios dos procuradores e prestou solidariedade. Não discursou.

Saint’Clair Martins e Saint’Clair Diniz foram mortos por José Bonfim Alves Santana, de 42 anos. Ele era funcionário há oito anos na fazenda da família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MAIS NOTÍCIAS