20/12/2016

Alden Mangueira de Oliveira é o novo chefe de gabinete da governadoria do DF

A nomeação foi publicada nesta terça (20) no Diário Oficial. A cerimônia de apresentação ocorreu hoje no Palácio do Buriti

De acordo com o governador Rodrigo Rollemberg, Alden Mangueira de Oliveira chega em um momento importante para o Estado. Foto: Mary Leal.

Em cerimônia no Palácio do Buriti na manhã desta terça-feira (20), Alden Mangueira de Oliveira foi apresentado pelo governador Rodrigo Rollemberg como o novo chefe de gabinete da governadoria do DF. A nomeação foi publicada noDiário Oficial do Distrito Federal de hoje.

Após agradecer a oportunidade e a confiança para atuar no Executivo local, ele destacou a experiência adquirida no Tribunal de Contas da União (TCU). “Atuei durante 20 anos em diversas funções no tribunal, sendo 14 anos diretamente com autoridades e como chefe de gabinete de dois ministros.” Oliveira substitui Carlos Tomé, que deixou 0 cargo em novembro.

De acordo com o governador Rodrigo Rollemberg, Oliveira chega em um momento importante para o Estado. “Estamos na metade da gestão, e o objetivo é seguir enfrentando os desafios econômicos instalados no cenário nacional”, disse.
Alden Mangueira de Oliveira, chefe de gabinete do governo de Brasília

O novo chefe de gabinete do governo de Brasília tem 49 anos, nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e mora em Brasília desde 1998. Ele atuou como analista de finanças e controle externo do TCU (1996); como diretor de recursos humanos da atual Secretaria de Gestão de Pessoas do tribunal (1998-2001); como chefe de gabinete dos ministros Guilherme Palmeira (2002 a 2008) e Augusto Nardes (2013); e como secretário da presidência do TCU (2006 e 2015).

Ele é graduado em intendência pela Academia Militar das Agulhas Negras (1987) e em direito pela Associação de Ensino Unificado do Distrito Federal (2002).

Além disso, é pós-graduado em análise de sistemas na administração de empresas pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (1990), em avaliação de políticas públicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999) e em controle externo da regulação dos serviços públicos concedidos pelo Instituto Serzedello Corrêa, do Tribunal de Contas da União (2004).

Oliveira é mestre em aplicações militares pela Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (1995).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MAIS NOTÍCIAS