26/09/2018

Tadeu Filippelli é um homem forte de Ibaneis da nova política

Defensor da nova política, Ibaneis Rocha (MDB), ex-presidente da OAB/DF e candidato ao Palácio do Buriti, vive cercado do ex-vice-governador, Tadeu Filippelli (MDB) investigado em esquemas de corrupção


Ex-vice-governador da administração que legou uma dívida bilionária à atual, Tadeu Filippelli (MDB) não era um mero coadjuvante de Agnelo Queiroz (PT). O presidente do MDB-DF coordenava a poderosa área de obras do governo, incluindo a construção do superfaturado Estádio Nacional, o que o levou para trás das grades ano passado por meio de um desdobramento da operação Panatenaico. Além disso, a Polícia Federal pediu novamente a sua prisão em maio deste ano por suspeita de desvios no BRT. No entanto, o pedido foi negado pelo juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal, em Brasília.

É ingenuidade pensar que Tadeu não terá influência em um provável governo Ibaneis, podendo voltar ao comando do setor de obras, bem como soa demagógico o candidato do MDB acusar apenas o ex-governador José Roberto Arruda de ser o “diabo” que fez Jofran Frejat (PR) desistir de disputar o pleito, sendo que o ex-vice-governador de Agnelo também estava na coligação do republicano.

Na propaganda eleitoral, Filippelli não menciona a sua experiência como número 2 do Buriti, talvez pelo desgaste que isso poderia causar à sua campanha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MAIS NOTÍCIAS