17/10/2018

Hélio José diz que, se eleito, Bolsonaro governará contra a sociedade livremente organizada

Jair Bolsonaro é o candidato dos milionários, do mercado financeiro, da grande mídia e dos segmentos autoritários e racistas da sociedade brasileira, representando portanto hoje uma grande ameaça à maior parte da população, disse nesta quinta-feira (11), em Plenário, o senador Hélio José (Pros-DF)

Edilson Rodrigues/Agência Senado.
Para o senador, Bolsonaro e seu grupo político constituem hoje um risco real à sociedade civil livremente organizada, à classe trabalhadora e aos servidores públicos. Hélio José disse que Bolsonaro, caso eleito, "fará um governo pior que o do Temer, cuja tônica será a retirada de todos os direitos trabalhistas e dos servidores".

— O seu vice, Hamilton Mourão, já falou abertamente que pretende acabar com o 13º salário. São inúmeras as declarações de Bolsonaro e de políticos próximos a ele contra as mulheres, contra os negros e contra a sociedade livremente organizada. Trata-se claramente de uma candidatura fascista, nazista e anti-povo — acusou o senador, para quem o candidato do PSL à presidência da República "contraria todos os princípios mais identificados com o cristianismo".

Por fim, Hélio José voltou a reiterar seu apoio à candidatura presidencial de Fernando Haddad (PT), argumentando que no período em que Lula governou o país (2003-2010) o combustível aumentou apenas cinco vezes, enquanto no governo de Michel Temer "o preço da gasolina aumenta sem parar".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MAIS NOTÍCIAS